quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Pragas no jardim

Com tanta água, até as lesmas correm do risco de afogamento e procuram abrigo dentro das casas. Depois de um pancadão de chuva, dei de cara com um desses bichinhos adentrando minha cozinha. O mandei passear em outras paragens, e fui ali na revista Natureza, Editora Europa, pegar essa reportagem bem interessante, que nos ajudará com os visitante indesejáveis.

Pragas no Jardim por Tatiana Pinheiro
Ilustrações: Euroimagem

Saiba como reconhecer e combater as pragas que atacam seu jardim.

Pulgão
É do tamanho de uma pulga, podendo ser verde, preto, marrom, branco ou amarelo.
Ação: é um inseto sugador da seiva dos brotos novos e das flores.
Combate: pulverize calda de fumo a cada três dias.




Formigas
As saúvas, grandes e negras, são prejudiciais às plantas.
Ação: picotam as folhas.
Combate: amarre um pano com pimentas vermelhas na planta atacada, sem apertar muito, ou aplique extrato de pimenta no caule – pimenta amassada com um pouco de água.




Cochonilhas

Em geral, se apresentam de duas maneiras: como minúsculas moedinhas pretas ou marrons, ou envolvidas em uma teia branca parecida com algodão.
Ação: gostam da base das folhas, das dobras, das bifurcações, dos botões e dos ramos novos, de onde sugam a seiva elaborada até matar os brotos.
Combate: retire as pequenas infestações com cotonete embebido em álcool e as grandes com pulverizações de óleo mineral a 1%, que asfixiam os insetos. Repita as pulverizações depois das chuvas.

Fungos e Ácaros
São invisíveis, mas deixam sinais de sua passagem nas folhas.
Os fungos deixam manchas circundadas por anéis amarelos e os ácaros deixam uma espécie de ferrugem no verso das folhas.
Ação: atacam folhas, flores e o caule.
Combate: a calda bordalesa é um ótimo preventivo quando
aplicada a cada 15 dias. Se o ataque de fungos já tiver ocorrido, só fungicidas poderão eliminá-los. No caso dos ácaros, é possível limpar as folhas atingidas com algodão embebido em álcool.



Lesmas

Ação: rastejam por todo o jardim, comendo folhas e brotos.
Combate: atraia esses bichinhos com recipientes rasos cheios de cerveja, retirando-as depois.






Tatuzinhos-de-jardim
Ação: comem as raízes novas.
Combate: parta para a catação manual ou polvilhe folhas de tabaco trituradas na terra para evitá-los no futuro.



Piolhos-de-cobra

Ação: comem as brotações novas das raízes.
Combate: como são visíveis, o melhor é catá-los um a um.

Lagartas
Bichinhos rastejantes, facilmente identificáveis nas plantas ou suas proximidades. Há as mais discretas e as mais chamativas.
Ação: comem raízes, brotos e folhas novas.
Combate: catação manual ou, no caso de infestação em árvores, pulverização de uma mistura de 10 litros de água com 100 g de cal.

Caramujos
Espalhe pó de café, sal ou cinza de cigarro ao redor das plantas do seu jardim para evitar o ataque de caramujos. Outra dica é contornar o canteiro com uma linha de cal virgem, tomando cuidado para não colocar muito perto das plantas
para não as queimar.





Receitinhas caseiras para combater as pragas


Calda de fumo – Pegue 100 g de fumo e deixe de molho em 700 ml de água durante 24 horas. Depois, coe o chá e acrescente mais 700 ml de água, misturando bem.

Calda bordalesa – Coloque 200 g de sulfato de cobre em um saco de pano e mergulhe-o parcialmente por 4 horas em 18 litros de água. Separadamente, dissolva 200 g de cal virgem em 2 litros de água. Junte as duas misturas e mexa bem. Antes de usar, faça um teste de acidez. Mergulhe uma lâmina de ferro na mistura. Se a placa escurecer, acrescente um pouco mais da mistura de cal e teste novamente.

10 comentários:

Amábile - Mãe de dois disse...

então amiga o negocio é embebedar as lesmas com cerveja , meu jardineiro disse que agua com detergente bem diluido já resolve pr carambaa, o problema e que com a chuvada que tá tendo aqui a mistura nem para nas plantas
bj

Janice disse...

Menina,
adorei seu post.Tenho várias plantas e essas dicas são ótimas.
Beijo.

Maria Amélia disse...

Adorei as dicas. Vou tentar essa para combater colchonilha com óleo mineral. A calda de fumo eu já havia testado na minha jabuticabeira e dá certo mesmo.

Paula disse...

Oi, Sil, tadinha de vc!! Que coisa hein? Aqui em SP se vc não pagar a caixinha não passa. Eu ainda não passei...Tô pobre!! Enfim, adorei as últimas postagens, e vc sabia que já existe máquina que faz fuxico? Eu via essas peças lindas em loja, com trocentos fuxicos todos exatamente iguais e ficava pensando, porque será que os meus não ficam todos idênticos???? Agora a gente já sabe...
bjs
Paula
Quintal da Paula

margaret disse...

adorei as dicas...quando compramos a casa de jacuipe era infestada de formiga...com muita perseverança conseguimos diminuir bastante, mas volta e meia elas estao aparecendo e atacando minhas plantas...
essa dica da pimenta veio a calhar...
beijos e bom final de semana.

Andrea Guim disse...

Super, estas dicas! Tava conversando sobre isso com minha irmã na semana passada, e vou indicar o blog pra ela ler!
Beijins,
Andrea Guim

Rafael disse...

Sempre é interessante a divulgação de combate as pragas de jardim. Pois é uma das maiores dificuldades para o bom cuidado do mesmo.
Abraço

Cris Ventura disse...

Oi passei pra conhecer teu blog e adorei essas dicas!

Anônimo disse...

ADOREI!!!! Hoje mesmo estava limpando meus vasos e percebi que alguns deles estão com pragas desse tipo. E agora, vou poder cuidá-los como essas orientações sugerem. Um abraço.
Kátia Maia

Biólogos disse...

Olá! Eu usei a calda de fumo e funciona mesmo, mas queria saber com que frequência devo pulverizar as plantas. Apesar de parecer que não, o fumo pode ser tóxico. Abr :)