quarta-feira, 13 de maio de 2009

Garrafas, garrafinhas e garrafões

E a história das bolinhas de gude no fio de nylon parece que vai virar o mito do Peguei na rede. É que a ideia ainda atrai atenções mas... nada de baixar um caboclo-bão-das-bolas pra dizer como se fura as danadas. E assim os dias vão passando. Ali no canto, um saco de bolas de gude e um rolo de linha de pesca, tristes a lançar-me olhares suplicantes: "Eaê?!?!?!"

Fui ali na Comunidade Casa e Jardim matar as saudades dos amigos e ver o que é que aquele povo arteiro anda aprontando. Achei um tópico sobre garrafas, e é óbvio zenntiii, peguei!

Fala que uns garrafões não enriquecem um ambiente

Sei nem o que dizer destes castiçais em ferro...

e essas luminárias? Nuuussinhora! Quem é que faz um trem desse? Porque eu simplesmente QUE-ROOO! Combinam com a minha cara de atrevida.

A abençoada criatividade da Santinha não deixa ninguém na mão... e eu que ainda pensava em comprar uns tocos para o jardim. Show de bola Yvone!

Tchutchuquinha demais essa ideia da plantinha dentro da lâmpada

"Um pote de vidro dos mais comuns", desses de 1,99 e... tandannnn!

É o que sempre falo, pra quem manda bem no pincel o mundo é mais colorido. Hum?

Pegada da Dihlu Sant'Ana, esse abajour tem assinatura, taí o criador Hélio Fontoura. Show!



Pelamordedeus!!! Lá vem a história do "fura vidros". Como é que se fura esse trem pra passar o fio elétrico? Furando um garrafão, é provável que se fura bolinhas também... tsi... tsi... tsi...

Um grande beijo às meninas pegadoras da Comunidade Casa e Jardim: Dihlu Sant'Ana, Lycia (la vita è bella), Yvone Pereira (Santinha) e Josie.

6 comentários:

Bruxinha Arteira disse...

muito show essas idéias, adorei...
agora vc, ainda não esqueceu a história das bolinhas?...............ahahahahahaha!!!!!!

BEIJOS

Peguei na rede... disse...

Menina, como é q esquece. Ainda hj autorizei a publicação de um coments no post da cortina. Lorena pediu o passo-a-passo....kkkkkkkkkkkk
Ai Jisuis!!!

Patrícia Karina disse...

Quando eu era criança minha mãe fez muitos abajures de garrafões e ela mandava furar em vidraçarias, e enchia-os até a metade com conchinhas, pedrinhas, sementes. Hoje, talvez, essas mini-furadeiras de alta potência façam o mesmo, inclusive com as bolinhas de gude. Para essas últimas tb tem a opção de tentar com broca de dentistas...

Reciclagem e Arte disse...

Oie, descobri teu Blog hj e estava fuxicando, pois amo garrafas, descobri o abajur feito pelo meu vô, Hélio Fontoura! Adoreii! Pode colocar o link domeu Blog se quiseres! Quem quiser encomendar, ele aceita! amei tudo aqui, parabéns! beijos e ótima semana.

Abuela Creativa disse...

Pasar por aquí siempre es un placer y un conocimiento nuevo. Gracias.

Santinha disse...

Fico feliz que vc. tenha gostado das minhas idéias. Eu adoro catar lixo e tranformá-lo em algo. Outro dia quase levei um safanão do catador aqui da rua - estavamos disputando a tapa uma cadeira...
Beijos tá td. lindo por aqui.