sábado, 28 de março de 2009

Sementes, folhas e mudas - vendas, trocas e doações

Muita gente já conhece mas, não custa passar a dica aos que ainda pensam que sites de relacionamentos, como o Orkut, só servem para postar fotos pessoais, encontrar amigos distantes, bisbilhotar e ser bisbilhotado até causar encrencas.

O Orkut, tem espaços quentíssimos, bem sérios e organizados para todos os interesses e finalidades. Onde as pessoas trocam, compram, vendem ideias, experiências e até coisas. Coisas como sementes e mudas.

Para quem ainda não se rendeu, há comunidades para admiradores, colecionadores, cultivadores iniciantes e avançados de vários tipos de plantas. Acredito que eu seja membro das principais e mais ativas comunidades sobre cactos e suculentas.

Cheguei assim, de sopetão. Não fui indicada, não fui convidada, apenas fiz a busca pelo assunto, conferi a idade da comunidade, o perfil do criador (dono), a quantidade de membros, a atividade e atualizações dos tópicos e... tô dentro! Algumas têm prazo de espera até a aprovação do dono.

Nos últimos dias tenho recebido sementes de cactos enviadas de diversos lugares do país. Basicamente as comunidades se parecem com um leilão ou uma grande e concorrida feira... é até divertido. Alguém tem sementes de um determinado vegetal e abre um tópico com o nome da espécie com a observação se é venda, doação ou outra modalidade. Há também lista de rateio de sementes que ainda não foram compradas, neste caso a previsão para o recebimento das sementes de um mês ou mais.

Por exemplo:

"Maria" abre um tópico para doação de sementes de Pitaya branca p/ 10 pessoas.

As dez primeiras pessoas que colocarem o nome na lista receberão o endereço da "Maria" para que enviem uma carta. Dentro da carta deverá conter um envelope selado (o valor do selo é determinado pelo doador. Já vi pedidos de selo de R$ 1,00 mas a maioria indica o selo de R$ 0,65). No envelope, que vai dentro da carta para a Maria, você já pode colocar o selo e seus dados no destinatário e, em um pedaço de papel, informar o nome da Comunidade e o tópico, o qual você está participando. Tudo isso para facilitar o trabalho da Maria, né?

A transação, via Correios, pode levar até um mês mas a ansiedade faz parte da diversão.

Geralmente os doadores separam 5 sementes por pessoa. Teoricamente, é o suficiente, dependendo da espécie, do manejo e semeadura, para que germinem e vinguem aos menos 2 mudinhas, senão todas.

Tem tópicos com doação de sementes de pimentas, mandacaru, xique-xique, vincas, platinhas, plantonas, árvores e espécies que nunca ouvi falar.

Vale a pena conferir a seriedade e organização destas comunidades. E caso você tenha sementes sobrando, e ainda não sabe o que fazer com elas, que tal dividí-las com os amiguinhos da rede? Muita gente ficará feliz e a mamãe-natureza agradece.

Ahhh! E se você já fica desanimado só de pensar no trabalhão que é organizar, envelopar e despachar tantas cartinhas para tantos lugares diferentes. Não jogue suas sementes fora. Com os devidos acordos, você pode enviá-las para um único membro (moderador) das comunidades, ele se encarregará de distribuí-las com responsabilidade e os devidos créditos do doador.

Mas, chega de conversa e vamos aos endereços das comunidades porque tem muitos tópicos abertos e ainda dá tempo de aproveitar muitas doações e ofertas. Quem sabe aquela plantinha da sua infância não está lá esperando o seu envelope, hein?



Sementes de Cactos para Todos - criador Marcelo Cruz (acho que não é meu parente...tsi tsi) - desde 05/2007 - 1.169 membros - A grande novidade do Marcelo é a Caixa Postal criada só para a comunidade. Tudo indica que, ao menos nos tópicos do próprio Marcelo, as intermináveis listas de reserva deixarão de existir. Intermináveis sim, porque Marcelo é um generosíssimo doador e sempre abre tópicos, em média, para 50 pessoas. Agora, com a Caixa Postal, quando surgir uma doação, em vez de copiar e colar as listas, colocando seu nome no último número, você apenas envia a carta com o(s) envelope(s) selado(s) e a informação do tópico que você se interessa. Segundo Marcelo, o envio das sementes respeitará a ordem de chegada dos envelopes. Como agora todas as cartas cairão na Caixa Postal, Marcelo se guiará pela data no carimbo de cada cartinha. Legal! Assim, quem mandar o envelope primeiro receberá suas sementinhas mais cedo. Mas, vale conferir e acompanhar os tópicos de seu interesse porque as informações e regras podem mudar de acordo com o doador ou quantidade de sementes doadas.

O tópico está descrito como Paródia Warasii mas, um membro disse que se trata de um Notocactus claviceps, Marcelo aceitou a correção mas o nome do tópico continua MD02 - Paródia Warasii - aqui



Grupos de sementes do Brasil - criador Gustavo, desde 12/2008 - 156 membros - Doações e vendas de sementes. Já fiz comprinhas e consegui reservas nas disputadas doações. Das comprinhas constam duas espécies, duas cotas da Tacca Integrifolia e três cotas do Astrophytum mix, com previsão de entrega no final de abril. Mas entrei assim mesmo. Gustavo abre o tópico e de acordo com o número de interessados, compra as sementes. Tudo isso demanda tempo, do tópico aberto até a semeadura, calculei uns dois meses. Regra dos rateios sem limite de cotas, pagamento antecipado. Ao que tudo indica Gustavo é um apaixonado por vegetais exóticos. Tô dentro de novo! Nos tópicos de vendas os preços podem variar de acordo com as espécies e quantidade de sementes.

Tacca Integrifoli "Bat flower" - ficha técnica e lista para reservas de cotas aqui.

Astrophytum mix - tópico aqui


Vale conferir os tópicos de doações da Grupos de Sementes da Brasil, são muitos e bem generosos também. Consegui reservas de Hyssopus Officinalis, Celosia Cristata, Cacto Mix, Viola tricolor (mix). Vale a pena conferir.


Pucca-Troca-de-Sementes-Brasil - criadora Pucca - desde 11/2008 - 203 membros - Doações de sementes dos mais variados vegetais: feijão-de-metro, Sapoti, Boca-de-leão, Aspargo, Campanula média, pimentas, cacto-orquídea, pitaya etc etc. Vale a pena se filiar, conferir a disponibilidade nos tópicos e agarrar as ofertas. As listas são fechadas rapidamente.

Os próprios membros se intitulam "verdólatras" e ao menor sinal de uma coisinha linda e exótica como o coração-sangrento (Dicentra spectabilis), já fazem fila com direito a empurra-empurra por sementes que não existem. Caso algum leitor tenha sementes dessa coisinha linda. Há um tópico cheio de boquinhas famintas esperando. Aqui


Pucca-Troca-de-Sementes-Cactos - criadora Pucca - desde 11/2008 - 164 membros - Já doaram por lá, sementes de xique-xique, mandacaru, copiapoa hypogaea, pitaya branca e vermelha, portulaca, rhipsalys etc etc. É ficar de olho e não perder oportunidades.


Árvores, sementes e mudas - criador Schneider - desde 07/2006 - 4.832 membros - Comunidade voltada para doações de sementes e mudas, identificação de espécies, troca de informações e experiências. Já deram o ar da graça por lá: frutíferas, pau-brasil, canela sassafrás e outras de médio e pequeno porte.


Sementes de plantas - criador Lavínia - desde 03/2007 - 1.198 membros - No perfil da comunidade avisos bem objetivos "Esta comunidade é destinada a todos que possuem SEMENTES de qualquer planta - para TROCAR com aqueles que querem ajudar a povoar de árvores e flores - todo o espaço disponível. A DOAÇÃO de sementes ou mudas de plantas entre todos os participantes - ALÉM DE informações, é claro - --- muito bem vindas! Proibido a venda. E pedidos de sementes para fazer artesanato. Existem outros locais que aceitam....Escreva nos tópicos o que possui e o que deseja ter. A natureza agradece. Com certeza."


Cactos/Suculentas - MG - criador Flávia - desde 05/2008 - 156 membros - Uma comunidade aberta para doações, vendas, trocas, identificações, informações, relatos e tira-dúvidas. Flávia é muito generosa e centenas de cartinhas já cruzaram o país, garregando minúsculas mudinhas da Kalanchoe Crenatodaigremontiana. Flávia é um perfil super ativo e sempre tem uma novidade a oferecer.

Kalanchoe Crenatodaigremotiana, Flavinha se encarregou de espalhar seus filhotinhos pelo Brasil. Aqui


Eu cultivo suculentas e cactos - dono Devi Agrobiólogo - desde 09/2005 - 1.044 membros - Identificação de espécies, tira-dúvidas, pedidos de socorro, dicas técnicas, doações, vendas de sementes e mudas.


Cactos e suculentas para todos - dono Marcelo Cruz - desde 03/2005 - 4.228 membros - Assuntos diversos voltados para o cultivo das lindinhas suculentosas. Tem até concursos, valendo prêmios em... mudinhas e sementes!!! Obá! Obá! Obá!


Ahhh claro! Não posso esquecer da comunidade do meu amigo Renato Adenium, de quem comprei meu primeiro kit de sementes de Adenium. Chegaram direitinho, em tempo hábil e o Renato é uma pessoinha muito simpática e atenciosa. Um verdadeiro Manual de Emergência quando o assunto é Adenium. Estou devendo umas troquinhas de suculentas com ele. Espero para breve colocarmos nossos assuntos em dia.


Adenium Obesum/ Rosa do deserto - dono Renato Adenium - desde 01/2008 - 271 membros - Comunidade voltada para comercialização de sementes e mudas de adenium (Rosa do deserto), troca de informações e experiências entre iniciantes e entendidos no cultivo da maravilhosa espécie. Vale aproveitar os Kits Promocionais com sementes variadas. Sai bem mais em conta e dá para adquirir muuuuita experiência.

Bebês adenium





Identidade Visual

Venho pensando seriamente em repaginar a casa, casa-blog. E será muito bom começar pela IV - identidade visual, adotando uma imagem que a identifique em qualquer lugar da rede.
Sempre apresento aos meus clientes, duas opções, com a possibilidade de, se não escolher uma das duas ao menos juntar detalhes de uma com detalhes da outra para geração uma terceira e, final.


Então, apresento-lhes as duas opções de IV e peço aos navegantes, se possível, que façam uma avaliação, opinem sobre qual imagem identifica melhor o Peguei na rede, se a sensual viúva negra que sileciosamente envereda os desavisados em sua rede de fios, ou se o discreto e mexeriqueiro primata que fareja, fuça e afana o alheio na "mó" cara-de-pau. Qualquer semelhança é mera coincidência.


Beijos a todos
Sil Cruz

sexta-feira, 27 de março de 2009

Suisekis, penjings e concreto celular

Uááááááááááffffffffffff!!!
Zeeenti, dormir dá um soooono!
Ééé! Isso mesmo! Eu tava ali, tirando uma sonequinha. Podem puxar a zureia.
Foi só para recarregar as baterias... hihihi
Tá bom! Tá bom! Ninguém engana vocês. E se eu disser que faço o tipo que mora sozinha e de vez em sempre foge de casa, vocês não vão me chamar de doida, maluca, pirada varrida, né?
Hum! Quem nunca sentiu uma pontinha de vontade de fugir que me atire a primeira mala juntamente com as passagens, viu? Depois ajusto as contas com o Dr. R, meu psicopata, digo, psiquiatra. Na última consulta, desconfio que não interprei certinho quando ele me disse "descubra uma válvula de escape!". Escape é fuga, né não? Então! Fugi! Mas, me acharam catando pedras e voltei só pra contar as novidades dessa "viagem".
Já falei aqui que sou doida por pedras e que gostei por demais da ideia de enfeitar mini jardins com pedrinhas e seixos empilhados. Agora daí para descobrir que esse gosto é muito além de "doidera", que é uma respeitada e disputada arte milenar. Bom! Essa descoberta foi um passo para me encher de argumentações para quando me perguntarem "pra que essas pedras dentro do carro?". Não preciso mais dizer que são para "mautoristas" que compraram carteira na feira-do-rolo. Agora respondo que são ou serão Suiseki - arte em pedra (ou ao menos pretendo que sejam).
Andando aqui e ali fui tomar um chá no Aido Bonsai, casa do Paulo Netto, um apaixonado estudioso por bonsais e artes afins. Durante o chá descobri que essa coisa de procurar, analisar, admirar e colecionar pedras tem muito a ver com "SUISEKI - pedras formadas naturalmente pela natureza, admiradas por sua beleza e pelo poder de sugerir uma paisagem, pessoa, animal ou objeto". De lá da casa do Paulo Netto peguei algumas fotos e uma rápida explicação para as regras de um suiseki, e visitando o espaço pode-se aprender os fatores que ajudam a visualizar e identificar um suiseki, bem como seus estilos.






Segundo Netto, "a palavra Suiseki significa literalmente “Pedra de Água” (Sui - Pedra e Seki - água). Esta arte se originou há dois mil anos na China, onde pequenas pedras de grande beleza natural eram colocadas sobre “Suibans” - bandejas -representando montanhas lendárias e ilhas, associadas às crenças budistas e taoístas. Os Suisekis são expostos tradicionalmente em bases de madeira de lei (Jacarandá, Mogno, Cerejeira, Pinus Negro…), entalhadas exatamente no tamanho e contorno da pedra. A arte do Suiseki está diretamente ligada às pinturas clássicas de paisagens chinesas e japonesas."



Mas não vale usar de artíficios e modificar uma pedrinha só para ficar parecida com o cãozinho da família, ou sugerir um casal abraçado e até uma galeria de montanhas. Paulo faz a observação de que "alguns estabelecimentos comerciais que vendem pedras para colecionadores utilizam uma variedade de métodos para valorizar e dar movimento estético às pedras, limando, cortando, queimando com ácido para alterar as cores das pedras. Isto foge completamente ao conceito inicial e milenar da arte. O colecionador pode ressaltar as cores com uma camada de verniz mate. Os puristas têm como opinião que isto se afasta e viola o espírito de Wabi, Sabi, Shibui e Yugen.
A pedra pode apenas ter sua base cortada para poder dar equilíbrio e sustentação, mas ele deve estar totalmente natural como foi encontrada na natureza. ", recomenda Paulo.
"A beleza de um Suiseki deriva em parte do poder que ele possui de sugestionar a visualização de uma paisagem."



E o que dizer da combinação de bonsais, suisekis e outros elementos em uma bandeja? Acho que rende Penjing (paisagem em bandeja). A primeira foto é de um dos trabalhos do Netto, as seguintes são trabalhos de mestres apresentados por Netto.


Passo-a-passo desse penjing, aqui








Fazendo montanhas e pedras com concreto celular
Esta outra maravilha tem um segredo super demais que o Netto faz questão contar. A base desta paisagem, criação do nosso amigo, é uma modelagem em concreto celular. Tem passo-a-passo com dicas da hora, para quem se animar em esburacar um tijolo.




Mas, bom mesmo é visitar o Aido Bonsai e escancar portas e janelas para se inspirar com os trabalhos do artista e sua galeria de fotos assinada por grandes mestres desta maravilhosa arte milenar.